terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Meu trabalho

Meu nome é Mônica Valéria Iaromila – sou membro profissional da Associação de Arteterapia do Rio de Janeiro (www.aarj.com.br) desde 2006, sob o número 213. Sou também Mestre, Bacharel e Licenciada em História pela UERJ, meu interesse nessa área é Autobiografia (Escrita de si); História e Cultura Afro-Brasileira e Africana; História das Religiões; Educação e Relações Étnico-Raciais.
Tenho interesse em estudos sobre o Envelhecimento; Psicologia Junguiana; Psicologia e Espiritualidade; Alquimia e Psicologia Profunda, entre outras temáticas.
Formação em Calatonia com Nara Santonieri – Você pode ler sobre o assunto no blog www.ominibu.blogspot.com
Estou estudando a passagem para maturidade, chamada por James Hollis (autor junguiano) de "A Passagem do Meio". É período sensível, nos quais nos confrotamos com a segunda metade da vida.
Sou Reikiana Nível II e pretendo desenvolver mais estudos sobre o assunto.
Faço Formação em Analise Psico-Organica pelo CEBRAFAPO, coordenado por Silvana Sacharny no Brasil e por Paul Boyesen na França.

Atendo grupos e individual.
Crianças a partir de 10 anos, adolescentes, adultos e idosos.

Desenvolvimento, organização e facilitação de oficinas temáticas, principalmente na área de Educação e Autoconhecimento. Participo, como consultora (multidisciplinar) em projetos que considero válidos em instituições públicas e privadas.

Em empresas, pode-se desenvolver trabalhos em Criatividade, Trabalho em Equipe, Gerenciamento de Mudanças, entre outras propostas.

Não há necessidade de habilidades artísticas, já que trabalhamos com expressões criativas, portanto, o primordial é o ato de Criar.

O uso da arte em terapias começa no Brasil por volta dos anos 20, mas só nos anos 70 e 80 que grupos de estudos, cursos e formações em arteterapia começaram a surgir e se desenvolver. Os dois primeiros pólos de arteterapia no Brasil foram iniciados por Ângela Philippini e Selma Ciornai. Ângela foi a mestra de minha mestra, Lígia Diniz. Além de Arteterapeuta, Lígia é formada em teatro, psicologia, é analista junguiana e facilitadora de biodança.

Portanto, a arteterapia é uma prática terapêutica que utiliza atividades expressivas (pintura, desenho, colagem, escultura, conto de fadas, expressões cênicas, escrita criativa etc) e pode auxiliar na clínica, na saúde, na educação (em escolas e outros ambientes educacionais), ongs (trabalhos sociais) e empresas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário